sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A TODOS DESEJO EXCELENTE 2011!

UM FELIZ 2011
*
COM TUDO AQUILO

QUE POR VEZES
NOS FAZ FALTA:
SAÚDE,
AMOR ,
AMIZADE,

TRABALHO,
CARINHO,

SONHOS
E
VONTADE DE VIVER

EU TE DESEJO VIDA!

you tube - Eu te Desejo Vida - Flávia Wenceslau

Eu te desejo vida, longa vida

Te desejo a sorte de tudo que é bom
De toda alegria ter a companhia
Colorindo a estrada em seu mais belo tom

Eu te desejo a chuva na varanda

Molhando a roseira pra desabrochar
E dias de sol pra fazer os teus planos
Nas coisas mais simples que se imaginar

E dias de sol pra fazer os teus planos

Nas coisas mais simples que se imaginar

Eu te desejo a paz de uma andorinha

No vôo perfeito contemplando o mar
E que a fé movedora de qualquer montanha
Te renove sempre, te faça sonhar

Mas se vier as horas de melancolia

Que a lua tão meiga venha te afagar
E a mais doce estrela seja tua guia
Como mãe singela a te orientar

Eu te desejo mais que mil amigos

A poesia que todo poeta esperou
Coração de menino cheio de esperança

Voz de pai amigo e olhar de avô

Coração de menino cheio de esperança

Voz de pai amigo e olhar de avô

Eu te desejo vida, longa vida

Te desejo a sorte de tudo que é bom
De toda alegria ter a companhia
Colorindo a estrada em seu mais belo tom

Eu te desejo a chuva na varanda

Molhando a roseira pra desabrochar
E dias de sol pra fazer os teus planos
Nas coisas mais simples que se imaginar

Eu te desejo a paz de uma andorinha

No vôo perfeito contemplando o mar
E que a fé movedora de qualquer montanha
Te renove sempre, te faça sonhar

Mas se vier as horas de melancolia

Que a lua tão meiga venha te afagar
E que a mais doce estrela seja tua guia
Como mãe singela a te orientar

Eu te desejo mais que mil amigos

A poesia que todo poeta esperou
Coração de menino cheio de esperança
Voz de pai amigo e olhar de avô

Eu te desejo a chuva na varanda
Molhando a roseira pra desabrochar
E dias de sol pra fazer os teus planos
Nas coisas mais simples que se imaginar

E dias de sol pra fazer os teus planos

Nas coisas mais simples que se imaginar

E dias de sol pra fazer os teus planos

Nas coisas mais simples que se imaginar

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Simplesmente SER

Eu tenho cada vez mais menos respostas, mas também tenho cada vez mais menos perguntas. Disso eu não duvido mais: tenho cada vez menos certezas. Quanto mais o tempo passa, eu fico menos à vontade para alimentar dores e com muito mais preguiça de sofrer. Quanto mais o tempo passa, menos faço por onde adiantar a morte, mais tento fazer por onde aproximar a vida. Os fios grisalhos da cabeleira também menina da minha alma dizem um viço que acende a vontade dos encantamentos de verdade. De verdade, entenda, é quando o encantamento realmente faz a gente sorrir.

Coisas que já me importaram à beça já não me importam nem um pouco, enquanto aquilo que essencialmente sempre teve importância me importa, agora, com mais nitidez. Como deve acontecer com outros tantos aprendizes da coragem, às vezes, cansadíssima das lições e do método pedagógico, eu recordo que a covardia, pelo menos na aparência, é bem mais fácil, bem menos trabalhosa, e, claro, bem mais egoísta, eu já estive lá com muito mais frequência. Mas aí, justo neste ponto, costuma acontecer algo bem bonito: também recordo de cada flor que veio à tona só porque tive coragem de cuidar da semente. Só porque não me acovardei, mesmo que tantas vezes com todo medo do mundo.


Para o ano novo, se eu conseguir ser nova, quero o sabor de saber, na prática, que somos feitos para a felicidade. Para a troca. Para a paz. Para a bondade. Para facilitarmos a existência uns dos outros. Para a coragem e a alegria de simplesmente ser.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Qual é o Sentido da Vida?

you tube - Abraham - Qual é o sentido da vida?

Sempre a aprender...e procurando ser Mais Feliz!..

Há poucos dias, uma amiga falou-me de Abraham Hicks.
No vídeo acima ouve-se a voz de Esther Hicks que relata o que Abraham diz(em).

Mas há mais, muito mais...
Se estiver interessado(a) em saber mais basta ir aos sites que transcrevo abaixo ou ao You Tube ou ler os livros de Esther e Jerry Hicks: “A Lei da Atracção”; “O Vórtice”; “Peça e Lhe Será Concedido”; “O Poder da Emoção”...
Jerry e Esther Hicks é um casal típico americano que desde 1986 vem canalizando mensagens espirituais de um grupo de professores desencarnados denominados simplesmente de Abraham.

Abraham começou através de Esther Hicks a responder a questões económicas e espirituais para um pequeno grupo de amigos íntimos do casal e hoje responde a perguntas diversificadas para muitas pessoas espalhadas pelo mundo - principalmente para os que participam dos seus seminários que são ministrado em cidades americanas.

Um grande número dessas canalizações estão disponíveis em CD's, DVD's, em livros e no you tube (também já em Português).

Abraham dá todas as dicas para que cada ser humano seja feliz, conseguindo o que quer para sua vida.

A maioria das instruções dada pelo grupo espiritual aborda esta capacidade criativa nossa – “Lei da Criação Deliberada” – Você cria o que quer, basta saber empregar esta lei Universal.

Pode encontrar mais informações no site http://www.abraham-hicks.com

Acabando o Ano em BELEZA!...

you tube - Duo MainTenant - Beníssimo

....tudo o que resta é DEUS

A reunião acabou, o Natal passou...
Todos se foram, cada um para as suas vidas...
E eu continuo procurando e vou encontrando...
Hoje encontrei este texto de Neale Donald Walsch, o autor de Conversas com Deus, de que muito gosto, escrito poucos dias antes deste Natal.
Gostei muito e por isso aqui o partilho neste final de ano, talvez nos inspire a todos termos um próximo BOM ANO!

Quando Tudo o Que Resta É Deus
Mensagem escrita a 17 Dezembro 2010 por Neale Donald Walsch
Eu sei que não preciso de vos dizer que de hoje a uma semana é Véspera de Natal – uma época do ano muito feliz para tantas pessoas. E, contudo, para tantos outros, que têm sofrido perdas profundas e que estão a enfrentar desafios muito grandes neste dias, a temporada de férias pode ser um tempo muito difícil… e compreensivelmente também. Para algumas pessoas, tudo o que era importante tem sido tirado…

Para todos nós chega um tempo em que tudo o que resta é Deus…

Isso acontece na maioria das vidas das pessoas mais do que uma vez. É aquele momento em que vos sentis total e completamente isolados. É aquele tempo em que sentis, não que ninguém vos ouve, mas que não há ninguém para vos ouvir. Estais realmente sozinhos de todo. Não há ninguém mais, mesmo quando há mais alguém na sala. Não há mais nada, mesmo quando há muito mais à volta. Há apenas vós, mesmo quando o mundo vos rodeia. Talvez especialmente quando o mundo vos cerca, só existe vós.

No entanto, chega um tempo em que tudo o que resta é Deus. Nada mais importa. Nada mais tem qualquer significado. Nada mais vos chama, exige a vossa atenção – ou é, ainda, digno dela.

Esse tempo chega, parece-me a mim, ou quando não tendes nada ou quando tendes tudo. Este momento chega quando tudo o mais vos foi tirado e não há nada mais, ou quando tudo vos foi dado e não há mais nada que pudésseis possivelmente querer.

Quando este momento chega, é um grande alívio. É um alívio, um deixar ir. E, contudo, para muitos de nós, há ainda uma minúscula parte do nosso ser que anseia pela única coisa que tantos de nós nunca tivemos: aceitação completa e amor incondicional.

Alguém que me ame tal como eu sou.

Não temos sido capazes de encontrar isso nos outros. Pensámos que podíamos encontrá-lo nos outros, tivemos esperança de que pudéssemos encontrá-lo nos outros, mas não encontrámos. Não podemos sequer encontrá-lo em nós próprios. E porque não o podemos encontrar em nós próprios, não podemos dá-lo aos outros – e é por isso que não o conseguimos encontrar lá. Pois não podemos encontrar em lado nenhum o que não pusemos em lado nenhum, e nós não pusemos aceitação completa e amor incondicional em lado nenhum. Não conseguimos nem mesmo estar bem com o clima, pelo amor de deus. Conseguimos encontrar algo de que nos queixarmos em relação a tudo.

E assim, buscamos o que não está lá, pois tudo o que buscamos encontrar na vida deve ter sido posto lá por nós. Se não o tivermos lá posto, não podemos encontrá-lo. O que não colocarmos na vida, não encontramos, porque nós somos a Única Fonte Que Existe.

Se não encontramos perdão nas nossas vidas, é porque não o colocámos lá. Se não encontramos compaixão nas nossas vidas, é porque não a colocámos lá. Se não encontramos tolerância nas nossas vidas, é porque não a colocámos lá. Se não encontramos misericórdia nas nossas vidas, é porque não a colocámos lá. Se não encontramos paz nas nossas vidas, é porque não a colocámos lá. Se não aceitamos aceitação é porque não a colocámos lá. E se não encontramos amor nas nossas vidas, é porque não o colocámos lá.

Todas estas coisas devemos colocá-las na Vida. Primeiro, na nossa própria vida, depois, na vida dos outros. Ou, para alguns, é ao contrário. Eu quero dizer que, para a maior parte de nós, é ao contrário. Para muitos de nós é quase impossível darmo-nos a nós mesmos o que mais queremos receber: perdão, compaixão, tolerância, misericórdia, paz, aceitação e amor.

A maior parte de nós não pode dar estas coisas a si mesmo porque sabemos demasiado acerca de nós mesmos. Pensamos que não somos dignos. Imaginamos que somos algo diferente daquilo que realmente somos. Não podemos ver a Divindade que a própria Divindade colocou em nós. Não podemos ver a Inocência. Não podemos ver a Perfeição na nossa imperfeição.

Porque não podemos ver estas coisas em nós mesmos, não podemos dar-nos o que mais queremos receber. No entanto, porque não somos totalmente cegos para o que é bom e valioso no mundo, somos muitas vezes capazes de ver estas coisas nos outros. Podemos ver muitas vezes a Divindade nos outros. Podemos ver, com frequência, a Inocência nos outros. Podemos ver com frequência a Perfeição na imperfeição dos outros. E, assim, nós podemos dar aos outros perdão, compaixão, tolerância, misericórdia, paz, aceitação e amor. Nós podemos, mas a questão é, daremos?

Vezes demais, não o damos. Por causa das nossas próprias feridas, não podemos curar as feridas dos outros. E, então, negamos ao nosso mundo as coisas que ele mais precisa. Negamos ao mundo o perdão, a compaixão, a tolerância, a misericórdia, a paz, a aceitação, e o amor. E quando as negamos ao nosso mundo, negamo-las a nós próprios – pois o que não colocámos no mundo, não podemos receber do mundo. De novo, deixai que a Nova Regra de Ouro seja repetida:

O que não colocámos no mundo, não podemos receber do mundo.

Chega um momento em que percebemos que nós somos a Única Fonte Que Existe. Ninguém nos vai dar ou ao mundo o que não somos capazes de obter do mundo e, assim, a nós próprios. Não por muito tempo. O primeiro lugar em que descobrimos isto é na relação com os outros. O que somos incapazes ou não estamos dispostos a dar ao outro, nós não iremos receber do outro. Não por muito tempo. Se não podemos dar à pessoa do outro lado da sala perdão, compaixão, tolerância, misericórdia, paz, aceitação e amor… não podemos esperar que a pessoa do outro lado da sala nos dê essas coisas. Pois eles só têm para dar o que nós lhes demos.

Nós imaginamos numa relação que a outra pessoa tem o que nós não temos e, portanto, que ela nos pode proporcionar isso a nós. Esta é a grande ilusão. Trata-se de um grande engano. Trata-se de um grande mal entendido. E é a razão pela qual tantas relações falham. Nós imaginamos que o outro nos vai proporcionar perdão, compaixão, tolerância, misericórdia, paz, aceitação e perdão. Pensamos que o outro nos vai dar o que nós não lhe podemos dar, e aquilo que não podemos sequer dar-nos a nós mesmos. E então ficamos zangados com o outro. E então ficamos zangados connosco. E então…

…nós percebemos que não resta nada senão Deus. Voltamo-nos, então, para Deus. Por favor, Deus, concede-me perdão, tolerância, misericórdia, paz, aceitação e amor. Por favor dá-me isso a mim, para que eu o possa dar aos outros.

O mundo está rapidamente a aproximar-se deste ponto de viragem. Estamos a chegar à compreensão de que Deus é a Fonte Única e Original. Agora, tudo o que precisamos é entender, do mesmo modo, que não existe separação entre Deus e nós. Quando alcançarmos por fim esta compreensão fundacional, quando abraçarmos, finalmente, esta verdade básica, vamos mudar-nos a nós próprios, as nossas relações e o mundo.

Até lá, não o faremos. E nós iremos esperar por esse momento quando percebermos… que não existe nada senão Deus. Esperançosamente, chegaremos a esse momento antes de o criarmos…da maneira mais crua possível: destruindo tudo até não restar nada. Destruindo a nossa relação até que não reste nada. Destruindo o nosso mundo até que não reste nada. Destruindo-nos a nós mesmos até que não reste nada.

Conversas com Deus contém uma declaração surpreendente. É algo que eu nunca esqueci. Deus disse “ Não é necessário passar pelo inferno para chegar ao céu.” Convido-nos a todos a lembrarmo-nos disto neste dia. Convido-nos a todos a abraçarmos uma nova noção sobre nós e sobre a vida: não que não resta nada senão Deus, mas que não há nada senão Deus.

Quando vemos Deus em cada outra pessoa e em todas as outras coisas, então teremos deixado cair as nossas ilusões, ter-nos-emos afastado das nossas imaginações infantis e vamos tratar tudo e todas as pessoas como Divinos. E se não pensais que isso vai mudar a vossa vida e o vosso mundo, pensai novamente. Este é o Caminho para a Alma.

Amor e Abraços

Neale

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

É TEMPO...

Tinha pensado não colocar, para já, mais mensagens de Natal, mas não resisto a colocar mais esta que acabei de receber no meu mail. O que é bom e importante é para partilhar:
É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca.

É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações.

É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que É, e nunca por aquilo que faz ou possui.

Que neste Natal você e sua família sintam mais forte ainda o signifi­cado da palavra amor, que traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transformem o seu coração a cada dia, fazendo com que você viva sempre com muita felicidade.

Também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e reto­mar o caminho para uma vida cada vez mais feliz.

Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de fato queremos ser plenamente felizes.

Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto em sua pleni­tude, como se fosse o último.

Que queremos renovação e buscaremos os grandes milagres da vida a cada instante.

Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver de novo.

Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

E ainda para o Natal...

UM NATAL DIFERENTEEu te desejo um Natal diferente.
*
Que os abraços apertados não sejam questão de data, mas de sinceridade e de transparente amor.
*
Que os presentes dados e recebidos não contenham obrigação, mas leveza de coração.
*
Que as bênçãos da meia-noite não dependam de 1 minuto, mas que venham para a vida toda.
*
Que a ceia não seja só de alimentos com bom tempero, mas que tenha muitas pitadas de bons pensamentos.
*
Que a família, por maior ou menor que seja, não apenas celebre a data com os melhores vinhos, mas que celebre também os sagrados laços de sangue.
*
Que a árvore não esteja predestinada a ser lançada ao lixo após as Festas, mas que seja tão bem conservada quanto as mais verdes esperanças.
*
Que o presépio não só represente o nascimento de Jesus, mas também o renascimento da criança amorosa e inocente que ainda vive em ti.
*
Eu te desejo um Natal diferente, e esse desejo vai a ti como um presente.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Lembrando ausentes e presentes...

You tube - Poema de Natal - Vinicius de Moraes

Quando se perde alguém, se gostamos, lembramo-nos... nesta época em que nos reunimos, sentimos de um modo especial quem já não está (físicamente)presente.
Este Natal será também marcado por ausências, duas em particular, marcaram este meu ano.
Lembro os ausentes (os recentes e os que partiram há mais tempo) com carinho e saudade e também os que continuam a acompanhar-me aqui e e em qualquer outro lugar. De uma maneira ou de outra, todos estarão sempre presentes no meu coração.

Para todos BOM NATAL - (RE)NASCIMENTO!

Para isso fomos feitos:

Para lembrar e ser lembrados

Para chorar e fazer chorar

Para enterrar os nossos mortos

-Por isso temos braços longos para os adeuses

Mãos para colher o que foi dado

Dedos para cavar a terra.

Assim será nossa vida:

Uma tarde sempre a esquecer

Uma estrela a se apagar na treva

Um caminho entre dois túmulos

-Por isso precisamos velar

Falar baixo, pisar leve, ver

A noite dormir em silêncio.

Não há muito o que dizer:

Uma canção sobre um berço

Um verso, talvez de amor

Uma prece por quem se vai

-Mas que essa hora não esqueça

E por ela os nossos corações

Se deixem, graves e simples.

Pois para isso fomos feitos:

Para a esperança no milagre

Para a participação da poesia

Para ver a face da morte

-De repente nunca mais esperaremos ...

Hoje a noite é jovem; da morte, apenas

Nascemos, imensamente.

Vinicius de Moraes

sábado, 18 de dezembro de 2010

NATAL contado de outra forma...

you tube - História do Natal Digital

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

QUEDA PROIBIDO

you tube - QUEDA PROHIBIDO - Maria Isael Bozzini

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Tem gente que é só passar pela gente
que a gente fica contente...
Tem gente que sente o que a gente sente
e passa isto docemente...
Tem gente que vive como a gente vive,
Tem gente que fala e nos olha na face,
Tem gente que cala e nos faz olhar...
Toda essa gente que convive com a gente,
leva da gente o que a gente tem
e passa a ser gente dentro da gente.
Um pedaço da gente em outro alguém.

Corre, corre

Corre atrás do cheque que está voando.
Corre atrás da prestação da casa, do carro, da escola.
Corre atrás do crédito do celular, do cartão de crédito estourado.
Corre atrás do emprego melhor.
Corre atrás do amor feito ás pressas.
Corre atrás do peso que precisa perder.
Corre atrás da palavra que foi mal - dita,
Corre...corre...corre...

Correr para onde?
Qual o sentido de tamanha loucura?
Você conhece a sua família?
Lembra das datas de aniversário de cada um dos entes queridos?
Ainda se lembra do seu aniversário?
Você se viu no espelho essa manhã?
Reparou na cor dos seus cabelos?
Que cor está o céu agora?
Que cor é a sua roupa intima de hoje?
O que você comeu no almoço de domingo?
Correr para onde?
*
Desacelere-se!
Reveja prioridades.
Desfaça-se do que não for realmente útil e interessante.
Dois ou três celulares?
Dois ou três carros?
Dois amores?
Dois medos?
7 dias de trabalho?
23 horas de estresse puro?
Você ainda vive?
*
É o momento de parar e refletir:
Onde você quer chegar?
Será que é preciso toda essa loucura?
Tempo de reflexão...será que você tem tempo para pensar?
Se puder, pense em você, como quem merece atenção,
admiração, carinho, serenidade, e principalmente:respeito!

Pense...não vá na enxurrada do mundo,
fique sobre as ondas, ainda que apenas boiando"...

Desconecte-se para se "CONECTAR"!

you tube - Disconnect to connect

domingo, 12 de dezembro de 2010

Enfeite a Árvore da sua Vida

Enfeite a árvore da sua vida
com grinaldas de gratidão!

Coloque no coração
laços de cetim
rosa,amarelo,
azul, carmim,

Decore o seu olhar
com luzes brilhantes
estendendo as cores em seu semblante

Essa é a sua roupa para o Natal!

Na sua lista de presentes
em cada caixinha
embrulhe um pedacinho de amor,
carinho, ternura,
reconciliação, perdão!

Tem presente de montão
no estoque do nosso coração
e não custa um tostão!

A hora é agora!
Enfeite o seu interior! ´
Seja diferente!
Seja reluzente!

Feliz Renascimento

ENTÃO É NATAL!

you tube - Então é Natal - Simone

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

A minha 1ª Árvore de Natal deste ano

Quisera
Senhor, neste Natal,
armar uma árvore e nela
pendurar, em vez de bolas os
nomes de todos os meus amigos.
Os amigos de longe e de perto. Os antigos
e os mais recentes. Os que vejo a cada dia e os
que raramente encontro. Os sempre lembrados e
os que às vezes ficam esquecidos. Os constantes e os
intermitentes.
Os das horas difíceis e os das horas alegres.
Os que, sem querer, eu magoei, ou sem querer me
magoaram. Aqueles a quem conheço profundamente
e aqueles de quem conheço apenas a aparência. Os que
pouco me devem e aqueles a quem muito devo. Meus amigos
humildes e meus amigos importantes. Os nomes de todos
os que já passaram pela minha vida. Uma árvore de raízes
muito profundas para que os seus nomes nunca sejam
arrancados do meu coração.
De ramos muito extensos para que novos nomes vindos
de todas as partes venham juntar-se aos existentes.
Uma árvore de sombras muito agradáveis para
que a nossa amizade,
seja um momento de
repouso nas lutas da vida.
Que o Natal esteja vivo em cada dia do Ano que
se inicia para que possamos juntos viver o Amor.

QUAL É A MELHOR RELIGIÃO?

Breve diálogo entre o Teólogo Leonard Boff e Dalai Lama.
Leonard Boff explica:
“No intervalo de uma mesa redonda sobre religião e paz entre os povos, na qual ambos (eu e o Dalai Lama) participávamos, eu, maliciosamente, mas também com interesse teológico perguntei-lhe:

“Santidade, qual é a melhor religião?
Esperava que ele dissesse:
“É o budismo tibetano” ou “São as religiões orientais, muito mais antigas que o cristianismo”

O Dalai Lama fez uma pequena pausa, deu um sorriso, me olhou bem nos olhos _ o que me desconcertou um pouco, porque eu sabia da malícia contida na pergunta _ e afirmou:

“A melhor religião é a que mais te aproxima de Deus, do Infinito”.
“É aquela que te faz melhor.”

Para sair da preplexidade diante de tão sábia resposta, voltei a perguntar:

“O que me faz melhor?”

Ele respondeu:
“Aquilo que te faz mais compassivo”
( e aí senti a ressonância tibetana, budista, taoísta da sua resposta);
"Aquilo que te faz mais sensível, mais desapegado, mais amoroso, mais humanitário, mais responsável... Mais ético...
A religião que conseguir isso de ti é a melhor religião."

Calei, maravilhado, e até aos dias de hoje estou ruminando a sua resposta sábia e irrefutável...

Não me interessa amigo, a tua religião ou mesmo se tens ou não religião.
O que realmente importa é a tua conduta perante o teu semelhante, a tua família, o teu trabalho, a tua comunidade, perante o mundo.
Lembremos:
“O Universo é o eco das nossas acções e dos nossos pensamentos”.

A Lei da Acção e Reacção não é exclusiva da Física.
Ela está também nas relações humanas.
Se eu ajo com o bem, receberei o bem.
Se ajo com o mal, receberei o mal.

Aquilo que os nossos avós nos disseram é a mais pura verdade:
“terás sempre em dobro aquilo que desejares aos outros”.

Para muitos, ser feliz não é questão de destino.
É de escolha.

Pense nisso.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Lições de Vida

De vez em quando recebo PPP's interessantes. Hoje patilho este que acabo de receber.
As imagens reflectem o frio que se sente lá fora, as palavras "aquecem-nos", animam-nos, relembram-nos verdades importantes...




















Vem...

Vem.
Conversemos através da alma.
Revelemos o que é secreto aos olhos e ouvidos.
Sem exibir os dentes,
sorri comigo, como um botão de rosa.
Entendamo-nos pelos pensamentos,
sem língua, sem lábios.
Sem abrir a boca,
contemo-nos todos os segredos do mundo,
como faria o intelecto divino.
Fujamos dos incrédulos
que só são capazes de entender
se escutam palavras e vêem rostos.
Ninguém fala para si mesmo em voz alta.
Já que todos somos um,
falemos desse outro modo.
Como podes dizer à tua mão: "toca",
se todas as mãos são uma?
Vem, conversemos assim.
Os pés e as mãos conhecem o desejo da alma.
Fechemos pois a boca e conversemos através da alma.
Só a alma conhece o destino de tudo, passo a passo.
Vem, se te interessas, posso mostrar-te.

(Jalaluddin Rumi)

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

EMOÇÕES...AMOR...RECORDAÇÕES!...

Porque gosto de Roberto Carlos, porque reencontrei, gostei e me emocionei, partilho:

You tube - elas cantam Roberto

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Porque está frio...

Está frio, muito frio mesmo!
Aqui não neva, mas em grande parte da Europa tudo está coberto de neve, voos cancelados, estradas intransitáveis, escolas fechadas...apesar de tudo, é belo, muito belo!
Porque está frio lembrei-me do branco, da neve...
... e disto:
A pálida luz da manhã de inverno

"A pálida luz da manhã de inverno,
O cais e a razão
Não dão mais esperança, nem menos esperança sequer,
Ao meu coração.
O que tem que ser
Será, quer eu queira que seja ou que não.

No rumor do cais, no bulício do rio
Na rua a acordar
Não há mais sossego, nem menos sossego sequer,
Para o meu esperar.
O que tem que não ser
Algures será, se o pensei; tudo mais


Fernando Pessoa

“A actividade vence o frio.
A quietude vence o calor.”
Lao Tse (séc. VI a. C.)

domingo, 28 de novembro de 2010

Canto

A música cria tal harmonia que até mesmo Deus começa a inclinar a cabeça dizendo sim para você. A música é numinosa... de repente, o céu começa a tocá-lo, você é assoberbado pelo além. E quando o além está mais perto de você, quando os passos do além são ouvidos, algo dentro de você aceita o desafio: torna-se silencioso, mais quieto, mais calmo, tranqüilo e recolhido.

Uma das maiores experiências da vida é quando a música o envolve, inunda-o, transborda em você e a meditação começa a crescer em seu interior. Quando a meditação e a música se encontram, Deus e o mundo se encontram, matéria e consciência se encontram. É a unio mystica – união mística.

Cantar é divino, uma das actividades mais divinas. Sua única competidora é a dança, é a única que a antecede. E por que cantar e dançar são actividades divinas?

– Porque são as actividades nas quais você pode se perder totalmente. Você pode naufragar no canto, a ponto do cantor desaparecer, permanecendo apenas a canção. Ou o dançarino desaparecer, permanecendo apenas a dança. Este é o momento da metamorfose, da transfiguração: quando o cantor não está mais e existe apenas a canção. Quando a sua totalidade transformou-se numa canção ou numa dança, isto é oração.

("O LIVRO ORANGE" - Técnicas de Meditação - Osho - Editora Cultrix/Pensamento)


you tube - Enya...Paint the sky with stars - by engelnicki


you tube - Take this walz (Leonard Coehen) - by llaulloll

sábado, 27 de novembro de 2010

A gente vai à luta

Mas a gente vai à luta
e inventa um novo sonho,
uma esperança,
mesmo recauchutada:
vale tudo menos chorar
tempo demais.
Pois sempre há coisas boas
para pensar.
Algumas se realizam.
Criança sabe disso.

Tem paciência!

"Tem paciência com tudo não resolvido em teu coração e tenta amar as perguntas em ti, como se fossem quartos trancados ou livros escritos em idioma estrangeiro. Não pesquises em busca de respostas que não te podem ser dadas, porque tu não as podes viver, e trata-se de viver tudo. Vive as grandes perguntas agora. Talvez, num dia longínquo, sem o perceberes, te familiarizes com a resposta."
Rainer Maria Rilker

Pode existir um oceano sem ondas?

“Muitas situações vêm como provas para nos tornar mais fortes. O mundo é como um oceano. Pode existir um oceano sem ondas? Existem ondas grandes, ondas médias e ondas pequenas. Algumas ondas vêm para pegar as coisas. Outras ondas vêm para jogar as coisas para fora. O mundo é igual. Diferentes situações vêm e continuarão a vir sempre. O importante é a experiência que acumulamos a cada desafio que decidimos enfrentar.”
Brahma Kumaris

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

...Devia passar no céu para todo o mundo ver!

you tube - Este filme devia ser passado no céu pra que todo o mundo o pudesse ver...


Gosto muito de passar pelo blog da Laurinda Alves, que admiro imenso e que numa linguagem claríssima nos vai dando a conhecer um pouco da sua vida e da VIDA...
*
Hoje não resisto a também divulgar, aqui, um vídeo que é uma lição de vida de uma avó coragem, deixado por uma leitora do seu blog.
*
Concordo com a Laurinda que este vídeo é realmente "uma maravilha e que devia passar no céu para todo o mundo ver, um vídeo eloquente do poder da bondade, da dedicação, do amor de uma avó para com o seu neto que é paralítico cerebral".

domingo, 21 de novembro de 2010

Bonito e com sinal + = Positivo

you tube - Pensamento Positivo by Marcellewirtz

PENSAMENTOS POSITIVOS


“Ao manter constante um pensamento, mais poder dou a ele.

Pensamentos positivos dão energia e força.

Pensamentos negativos roubam poder e geram cansaço.

Eu não posso controlar os outros, as situações ou as circunstâncias, mas definitivamente eu posso controlar o que está acontecendo dentro de mim.

Eu mudo através da escolha consciente dos pensamentos.

Ao mudar um pensamento fraco por um forte, eu elevo minha energia.
Leva tempo para mudar velhos padrões de pensar, mas a boa notícia é que somos positivos por natureza.”

(BK Jyotsna, Inner Synergy, The World Renewal, 2009)

sábado, 20 de novembro de 2010

Ouvindo as Estrelas!

Emma Shapplin - "Spente le stelle"

Ouvir Estrelas

Ora ( direis ) ouvir estrelas!
Certo, perdeste o senso!
E eu vos direi, no entanto
Que, para ouví-las,muitas vezes desperto
E abro as janelas, pálido de espanto

E conversamos toda a noite,
enquanto a Via-Láctea, como um pálio aberto,
Cintila.
E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora:
"Tresloucado amigo!
Que conversas com elas?
Que sentido tem o que dizem,quando estão contigo?
*
"E eu vos direi:
"Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e e de entender estrelas

terça-feira, 16 de novembro de 2010

OUVINDO O TEU SER


Estar triste...

Quando a tristeza bater à tua porta, permite a sua entrada.
Aceita-a de uma forma consciente, pois tens que saber o porquê dela estar contigo.
Aceita-a de uma forma clara, pois a sua presença nem sempre se traduz em falta de luz.
Aceita-a com compreensão, pois se ela está contigo, há um motivo.
Motivo este que deves trabalhar sem desânimo, até dissolvê-lo nas águas mansas da sabedoria que reside em ti.
Estar triste pode significar que estás distante do lugar onde teu coração cresce e pulsa feliz.
Que te sentes só, desprotegido e por vezes sem esperanças.
Estar triste pode significar que não estejas encontrando meios de crescer, de dar direcções para a tua própria vida.
Estar triste também pode significar que te tenhas abandonado, acreditando não merecer nenhum bem da vida, dos teus anjos ou Daquele que te criou.
São muitas as possibilidades...
De qualquer forma, quando a tristeza se manifesta é sinal de que algo necessita da tua atenção...
E então, terás que a ver de perto, fitá-la nos olhos e ouvir o que ela tem a te dizer.
Ouve a tristeza com a tua intuição, esta saberá desenrolar os nós e mostrar-te o que a tristeza está querendo te dizer.
Olha para ela com a tua percepção, assim poderás desvendar as inúmeras cores que se escondem por trás daquele fundo cinza.
E não te demores a descobrir que a tristeza é irmã e companheira da alegria.
Por trás de cada uma delas, há sempre um valioso aprendizado.
E, lembra-te: quando estás entregue ao teu crescer, tanto a chuva com seus ventos fortes, quanto o sol com sua luz intensa, são necessários para o teu florescer.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

HÁ COISAS...

Há coisas que as palavras não dizem.
Há sentimentos que voam na noite, como setas de fogo...
De coração a coração, iluminando os céus.
De espírito a espírito, por entre os planos da vida e além da mente.


Há coisas que os sentidos não percebem.
Algumas delas, muito boas. Outras, nem tanto.
As boas iluminam a consciência e abrem caminhos...
As outras tapam o discernimento e escurecem o coração.


Há coisas que os homens fazem a si mesmos, sem noção do perigo.
Como deixar o próprio espírito entorpecido e o coração seco.
Como viajar pela vida sem pensar e sem sentir, perdido em suas dores.
Como "viver sem viver", automaticamente, sem vitalidade na jornada.


Há coisas que ninguém diz, mas todos sentem, de alguma maneira.
Faixas escuras que apertam o coração incauto e angustiado.
Pensamentos intrusos que invadem a mente com ideias negativas.
E energias estranhas que chegam, sorrateiramente, e roubam o bom humor.


Há coisas obscuras rondando a aura dos homens, e muitos sofrem com isso.
No entanto, há aqueles que vêem e sentem o invisível directamente.
E se escoram na Luz, para iluminar a consciência e abrir os caminhos...
Ligam-se ao Alto, em espírito e verdade, para seguir em frente...


Há coisas que a mente não entende, pois transcendem o seu limite.
Mas alguns sabem voar nas asas da prece, para além das estrelas.
Sabem unir seu pequeno coração ao Grande Coração do Eterno.
Sabem que viver não é só viver, é muito mais do que isso.


Há coisas que ninguém explica, mas muitos sentem.
Como caminhar com um grande amor num pequeno coração.
Como valorizar a vida, rir de uma piada e ver o Eterno nisso.
Como se sentir gente, mesmo sendo espírito.


Há coisas que são consideradas do "Além", mas que estão por aqui mesmo.
Elas falam, não com palavras, mas com a força da vida, que jamais acaba na morte.
E há coisas daqui, que, muitas vezes, viajam ao "Além", fora do corpo...
Viagens espirituais, que poucos conhecem, mas muitos fazem, mesmo sem lembrar.


Há coisas que bloqueiam a felicidade e chamam a dor e o vazio.
Como o ódio e o desejo de vingança, que permitem às faixas escuras apertar o coração.
Como perder a própria canção no imenso concerto da vida universal.
Como entorpecer o espírito com fortes doses de arrogância.


Há coisas que são simples, mas de grande efeito no céu do coração.
Como orar e vigiar, ligado ao Alto, preenchendo a aura de luz, pela força da vontade.
Como meditar nas palavras de Jesus, profundo conhecedor do coração dos homens:
"De que adianta a uma pessoa ganhar o mundo, se ela perder sua alma?"


Há coisas luminosas que chegam de mansinho, no centro do coração espiritual.
Presenças subtis e amorosas, que falam das coisas do céu aos homens de boa vontade.
Que falam de outros planos e estimulam as acções sadias e a valorização da vida.
Elas falam de um Grande Amor que está em tudo!


Há coisas que as palavras não dizem.
Setas de fogo varam a escuridão da noite, por entre os planos da vida...
E os corações se encontram, aqui e além, no Grande Coração do Ancião dos Dias.
Não há morte. A chama da vida está em todos os planos. E o Todo está em tudo!


Há coisas tão grandiosas na Luz, que não há palavras que as descrevam com justiça.
Quem escuta a canção do Eterno em seu próprio coração, sabe disso.
O espírito reconhece o espírito. Assim como o Amor reconhece o Amor, e chama a Luz.
Mas, como muitos já sabem, isso não se explica, só se sente, só se sente, só se sente...


quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Enquanto...

Enquanto a dor não passa,
evite o papel de vítima,
não aumente a capacidade de sofrer.

Enquanto o bom emprego não vem,
evite as reclamações, faça-se útil,
não atrase a boa notícia.

Enquanto o amor não acontece,
não se isole, seja solidário,
o amor é ímã que se atrai.

Enquanto a paz não vence,
não use das mesmas armas, pense,
as brigas são frutos da precipitação.

Enquanto as dívidas existirem,
seja sensato: economize tudo,
o descontrole leva ao desespero.

Enquanto a alegria não se instala, sorria!
O sorriso é a porta para a felicidade.

Enquanto o povo fala, faça!!!
O mover-se é prova de nossa vontade,
é a declaração de nossas intenções,
é chamar Deus para perto de nós.

Por isso, enquanto você não vence,
vá fazendo a sua parte, trabalhe sempre,
busque ser melhor a cada dia,
um passo de cada vez.

Assim, a montanha de problemas,
que antes parecia ser intransponível,
vai ficando cada vez menor,
porque você se agiganta,
quando acredita em você!

domingo, 7 de novembro de 2010

Partiste?!

Quem parte leva tão pouco de nós. Por isso parte.
Quem parte deixa tão pouco de si. Por isso nos parte.



Vieste quando eu não te esperava.

Partiste quando eu mais te precisava.

Demoraste tanto a chegar

E levaste tão pouco tempo para ir.

Levaste tanto de mim

E deixaste tão pouco de ti,

Em vagos detalhes que ficaram contidos,

Nesta saudade,

Neste vazio,

Nesta lembrança.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

"Quando o coração sofre pelo que foi perdido, o espírito alegra-se pelo que ficou."

Epigrama Sufi

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Para si...de tudo um pouco...

Que você tenha... de tudo... um pouco.
Sensibilidade
Para não ficar indiferente diante das belezas da vida.
Coragem
Para colocar a timidez de lado e poder realizar o que tem vontade.
Solidariedade
Para não ficar neutro diante do sofrimento da humanidade.
Bondade
Para não desviar os olhos de quem te pede uma ajuda.
Tranqüilidade
Para quando chegar ao fim do dia, poder deitar e dormir o sono dos anjos.
Alegria
Para você distribuí-la, colocando um sorriso no rosto de alguém.
Humildade
Para você reconhecer aquilo que você não é.
Amor próprio
Para você perceber suas qualidades e gostar do que vê por dentro.

Para te guiar, te sustentar e te manter em pé.
Sinceridade
Para você ser verdadeiro, gostar de você mesmo e viver melhor.
Felicidade
Para você descobri-la dentro de você e doá-la a quem precisar.
Amizade
Para você descobrir que, quem tem um amigo, tem um tesouro.
Esperança
Para fazer você acreditar na vida e se sentir uma eterna criança.
Sabedoria
Para entender que só o Bem existe, o resto é ilusão.
Desejos
Para alimentar o seu corpo, dando prazer ao seu espírito.
Sonhos
Para poder, todos os dias, alimentar a sua alma.
Amor
Para você ter alguém para amar e sentir-se amado.
Para você desejar tocar uma estrela, sorrir pra lua.
Sentir que a vida é bela, andando pela rua.
Para você descobrir que existe um sol dentro de você.
Para você se sentir feliz a cada amanhecer
e saber que o Amor é a razão maior... para viver.
Mas se você não tiver um amor,
que nunca deixe morrer em você,
a procura... o desejo de o encontrar.

MUDAR!

you tube - hoje eu vou mudar - vanusa

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

VOCÊ PODE CURAR A SUA VIDA

Louise Hay - VOCÊ PODE CURAR A SUA VIDA

1ª de 10 partes:

you tube - Louise Hay - Você pode curar a sua Vida

CRESCENDO...

Após a frequência de um seminário que contribuíu para eu "crescer" mais um pouco, mas que não teve, directamente, nada a ver com Louise Hay, encontrei informação sobre ela, de quem eu já ouvi falar, já li alguma coisa, que gostei, mas a quem não dei muita atenção.
Também abordámos, no seminário que frequentei, aspectos como AUTO-ESTIMA, PERDÃO, ENCONTRO COM A CRIANÇA INTERIOR, enfim...

Não sei porquê (ou talvez saiba e ainda não consiga explicar bem porquê), hoje fiquei "presa" nestes vídeos "COMO CURAR A SUA VIDA" de Louise Hay (que vou copiar) e na informação do seu livro que se pode encontar
aqui.

"Você é inteiramente responsável por sua vida".
Essa é uma das arfirmações que a autora mais enfatiza no decorrer do livro. A autora discorre sobre a influência que as emoções exercem sobre nossa atitude perante a vida e, como a somatização de emoções negativas pode nos conduzir à diversas doenças. Inúmeras pesquisas foram realizadas como o intuito de se comprovar tal crença. Contudo, avançamos bem pouco se considerarmos nosso potencial e o quanto usufruimos do mesmo. Diz-se que não usamos sequer 10% de nosso potencial. A autora passeia pelas diversas áreas da vida humana. Trabalho, amor, saúde, relacionamentos, todas analisadas de maneira bastante objetiva. Cada capítulo se encerra com uma oração que funciona como uma forma de se "limpar a mente" de pensamentos e crenças negativas acumulados até então. No final do livro, encontramos uma espécie de lista de vários tipos de doenças correlacionadas com as emoções que as geram. Segundo Louise Hay, existe em nós uma crença enraizada e bastante comum, de que "não somos bons o bastante". Isso geraria em nós uma baixa auto-estima e, consequentemente, o sentimento de que não merecemos ser felizes. À partir desse pensamento, criamos em nós emoções negativas e agimos de maneira autodestrutiva. A mudança primordial que a autora destaca baseia-se na maneira como nos enxergamos. A capacidade que tenho de me amar e me aceitar da forma como sou, determina o respeito por mim mesmo e pelo outro. A medida que sou capaz de amar o outro, é determinada pelo amor que alimento por mim mesmo.É imprescindível que aprendamos a perdoar os erros dos outros mas, sobretudo, nossos próprios enganos. Faz parte da estrada da vida, cair e levantar.
Ser humilde, compreensivo, amoroso, conosco, é evidentemente uma das formas mais sublimes de se aprender a amar. Afinal, só o amor cura!"
Também quero que tudo esteja bem no meu mundo!...
...e porque quero partilhar, para quem quiser aproveitar, aqui fica, desde já, um pouco do que diz Louise Hay:

"Na infinidade da vida onde estou, tudo é Perfeito, pleno e completo.
Cada um de nós, eu inclusive, experimenta a riqueza e plenitude da vida de maneiras para nós significativas.
Agora olho para o passado com amor e escolho aprender com as velhas experiências.
Não existe nem o certo nem o errado, nem o bem nem o mal.
O passado está terminado.
Existe apenas a experiência do momento.
Eu me amo por ter me trazido por entre esse passado até o presente.
Compartilho o que e quem sou, pois sei que somos um só em espírito. Tudo está bem em meu mundo."
Louise Hay - Você pode curar a sua Vida